domingo, 26 de fevereiro de 2012

Nossos Altruístas

Eles são mais solidários que agente.


       De acordo com o nosso velho amigo Wiki (Wikipédia), Altruísmo é um tipo de comportamento encontrado nos seres humanos (ou que encontrava-se nos seres humanos) e outros seres vivos, em que ações de um indivíduo beneficiam outro trazendo, algumas vezes, até mesmo algum tipo de prejuízo para o próprio. 
       Hoje o altruísmo é que nem Rubens Barrichelo, ninguém mais acredita nele. Antes de fazermos algo para ou por alguem, por mais que essa pessoa precise, sempre nos fazemos algumas dessas perguntas antes:
Rubens Barrichelo pilotando...
       - O que eu vou ganhar com isso?
       - Eu vou ter algum prejuízo com isso?
       - Porque logo EU tenho que ajudar?

       O ser humano está a cada dia menos solidário, muitas vezes por desconfiança ou por achar que galáxia gira em torno do seu umbigo que, como um Sol, ilumina sua impiedade e seu egoísmo.  Os valores estão invertidos. Você, jovem, faça algo pelo outro sem ganhar nada por isso e algum otário vai te perguntar: "Você é otário é, vey?". 

O centro do universo
       Mas apesar da falta de fé e solidariedade de muita gente, ainda encontramos demonstrações recentes de que o altruísmo ainda está muito presente na nossa sociedade.
Um exemplo disso é a imprensa brasileira, principalmente a baiana que, sem medir esforços, desarticulou a greve dos policiais militares baianos com tempo de sobra para acabar com o sentimento de insegurança da população e para organizar o maior carnaval do mundo. Você acha que eles acabaram com a greve porque lucram muito no carnaval e não estavam dispostos a perder essa ponta? Claro que não! Eles fizeram isso para, através de um consciente ato de autruísmo, zelar pelo povo sofrido.
     Os artistas baianos também mostraram sua solidariedade a população da Bahia. O Barbudinho da bandana, conhecido também como Bel do Chiclete, fez um apelo aos policias que resolvessem o problema da greve após o carnaval.  Ele fez isso porque estava preocupado com a nossa cidade, com o lazer e a auto-estima do povo de Salvador que seria reduzida caso não houvesse o carnaval. Ou você pensou que ele fez esse pedido porque estava preocupado com o dinheiro que ele iria deixar de ganhar com o Cameleão, o Voa-Voa, o Nana Banana e outros negócios dele que dependem do carnaval para dar lucro? Claro que não. Bel é um santo. É que a bandana tá cobrindo a auréola.

Gente, Bel tá precisando dinheiro...
EXEMPLO DE SOLIDARIEDADE

Um sujeito está preso num congestionamento monstro há mais de meia hora. De repente ele vê um garoto sobre um skate passando entre os carros. Ele pergunta para o garoto:
- Hei, garoto, o que aconteceu lá na frente?
- É um mendingo maluco - responde o garoto - Ele está deitado no meio da avenida, jogou gasolina nele e está ameaçando atear fogo. Nós estamos fazendo uma vaquinha pra ele. O senhor gostaria de contribuir?
- Quanto vocês já arrecadaram até agora? - Pergunta o sujeito.
O garoto responde:
- Até agora, umas 30 caixinhas de fósforo e quinze isqueiros!

Essa bandeira é o simbolo maior do altruísmo. Não é a toa
que grandes altruístas como Capitão América, Spider Man
e Mulher Maravilha vestem roupas vermelha, azul e branca.
     Se você pensa que os maiores atos de autruísmo vem de Bono Vox, está muito enganado. O maior autruísta do planeta em todos os tempos é o Governo Norte-Americano. A galera da Casa Branca vem a decadas defendendo a paz mundial a todo custo. Seja de maneira bélica ou diplomática, os norte-americanos priorizam a harmonia entre os países sem desrespeitar as Nações Unidas. Esse papo de que eles invandem paises do oriente em busca de interesses financeiros ou pessoais é conversa fiada.
      Eu sei que pedir as pessoas que sejam autruístas não adianta muito mas, quanto mais falamos de uma coisa, mais ela se propaga. Falamos dos bandidos e eles se propagam, a Globo falou décadas do Flamengo e a torcida se propagou, então, numa iniciativa desesperada de fazer esse povo parar de pensar só em si mesmo, vamos falar sobre o autruísmo para ver se ele se propaga também.

7 comentários:

  1. Ótimo texto! Se o altruísmo estivesse mais presente no coração dos seres humanos, estaríamos vivendo num mundo melhor.

    É claro que alguns não merecem ajuda, mas com certeza efeito na grande massa social seria incrível.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o seu texto.
    Mas tive um medo quando li essa parte: "quanto mais falamos de uma coisa, mais ela se propaga". O povo está tão escroto que tenho medo que a propagação seja através de um "meme na internet ou "hashtag" no twitter e acharem q estão fazendo muito.
    Mas vamos ter fé.

    ResponderExcluir
  3. É verdade Adriana. Era pra eu deixar claro como deve funcionar essa propagação. Vlw. Vamos ter fé!

    ResponderExcluir
  4. Você deixou claro Diego quando conceituou o altruísmo e disse: "Você, jovem, faça algo pelo outro sem ganhar nada por isso".
    Cabe a cada não fingir que não entendeu.

    ResponderExcluir
  5. Verdade, mas eu já penso da seguinte maneira: há comportamentos egoístas, altruístas e ingênuos. Como nosso comportamento é mantido pelas suas consequências, a consequência do comportamento altruísta, responsável pela sua manutenção, geralmente são imateriais: reconhecimento, afeto, amizade, elogio, etc. Então, estamos em geral "ganhando" algo quando nos comportamos de maneira altruísta. Acho que tão problemático quanto o egoísmo, é a ingenuidade, que é ser altruísta com quem não merece, isto é, se aproveita desses excessos de altruísmo. Precisamos é de uma boa dose de meio-termo!

    ResponderExcluir
  6. S.B., não poderia faltar um comentário nessa postagem. Eu tinha certeza absoluta que vc iria sentir-se muito a vontade para falar sobre esse assunto, já que vc é um especialista na área do comportamento. Vc disse algo que complementa o meu post: "a consequência do comportamento altruísta, responsável pela sua manutenção, geralmente são imateriais". Nessa frase vc disse tudo. Infelizmente, nesse mundo mesquinha em que vivemos, vale mais o material, o que faz o altruísmo não ser tão compensador assim, já que as pessoas estão sempre atrás de uma compensação ou de uma recompensa. Eu só não entendi o que vc quis dizer com "Então, estamos em geral GANHANDO algo quando nos comportamos de maneira altruísta."

    ResponderExcluir
  7. Não sou "especialista", mas só estudante. Eu quis dizer que mesmo o comportamento altruísta é, na verdade, mantido por uma espécie de ganho. Por exemplo, suponhamos que você ajude uma idosa a atravessar a rua. A consequência do seu comportamento, no caso o elogio da idosa, é o que a Psicologia chama de "Reforço Positivo", isto é, uma consequência do seu comportamento (o elogio) que vai aumentar a chance de você voltar a agir dessa forma (ajudar o próximo). Ou seja, ninguém é altruísta no sentido de fazer algo por outro sem ganhar nada por isso; de maneira simples, é a consequência, mesmo imaterial (elogio), que vai determinar se a pessoa será ou não altruísta, entende? Só que não é tão simples e tem outras questões também aí, que é a tal da "magnitude do reforço" e a questão do comportamento de "seguir regras". Explicando a "magnitude do reforço": É mais reforçador ficar com uma carteira recheada de dinheiro que alguém deixou cair, ou devolvê-la e receber um tímido elogio? Pode ser até que alguém responda que preferirá devolver a carteira. Isso porque, desde criança foi ensinado uma regra "de ser sempre honesto" e daí essa pessoa se comporta a partir dela. Claro que, para isso, houve também uma história de reforçamento: Quando o filho se comportava segundo a regra ("seja sempre honesto..."), seu pai o elogiava como consequência, e o comportamento de seguir a regra se manteve na idade adulta. Em suma, o que tá acontecendo com o mundo é: estamos punindo o comportamento das pessoas altruístas (como você falou, ridicularizando, chamando de otário, etc.) e reforçando as pessoas desonestas (o político corrupto que sai impune...) Tem outras questões também, mas é mais ou menos isso.
    P.S. parabéns pelo texto, precisamos realmente de espaços para discutir essas questões!

    ResponderExcluir

Google+ Followers

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...