sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Sem você


De verde, azul ou vermelho
Sempre te achei deslumbrante
Até me olhando no espelho
Percebi como tu és importante

Por sua causa eu me vestia
Por sua causa eu me perfumava
Por sua causa eu me divertia
Por sua causa eu me transformava

Com você todos querem estar
E eu lhe tive ao meu alcance
Sei que te deixei escapar
Mas eu mereço uma segunda chance

Para o que dizem, não ligo mais
Você traz sim a felicidade
Porque só você é capaz
De transformar minha realidade

Sem você me sinto impotente
Frágil, mendigo, indigente
Fraco, pequeno, dependente
Com todos sentindo pena de mim

Caindo em um buraco sem fim
Não sei mais o que devo fazer
Dinheiro, volta pra mim
Sem você não consigo viver



Diego Damasceno














Dedico esse texto a minha amiga Jocy Souza e a blogueira Camila Nansu, aniversariantes de hoje.

2 comentários:

Google+ Followers

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...